Mercados Económicos

Economias Tradicionais em que os costumes e tradições orientam as decisões económicas. Sociedades que produzem e consomem os mesmos produtos, sem excedentes, pelo que não criaram relações comerciais
Na existência de trocas comerciais, isto é excedentes, tendem a obter outros produtos, sem recurso a moeda

Economias dirigíveis em que as decisões económicas são tomadas por uma direção central, com economia planificada
Nestes casos, é o Estado que controla todo o sistema de produção, sejam fábricas ou mesmo estradas (acessos), etc, combina os fatores de produção e a sua utilização.
O poder central decide o quê, para quem produzir, no pressuposto de entender o querer das maiorias

Economias de mercado em que se permite a existência da propriedade privada, e o indivíduo pode usufruir da maneira que quiser da sua propriedade.
De acordo com o princípio da liberdade de escolha e da empresa, qualquer um pode comprar, alugar ou vender o que produz a quem assim o queira comprar.
O interesse pessoal é um fator dominante da economia de mercado, e impõe-se ao coletivo.
A concorrência entre as empresas verifica-se nos preços, gerando o mercado livre (ao contrário das economias dirigidas e controladas pelo Estado)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s