Sobre Geometria

O que é a Geometria ?
O prefixo Geo significa Terra e metria significa medir.
A Geometria é a área da Matemática que estuda as formas, tamanhos e posições de figuras do espaço.

Sobre a origem da Geometria
No papiro de Rhind ou Ahmes um escriba do antigo Egipto, (1650 a.C.) encontram-se 85 problemas de aritmética, áreas e volumes.
Os babilónicos, conheciam as regras gerais para áreas e volumes, e o teorema de Pitágoras. A milha babilónica é uma medida de distância igual a cerca de 7 milhas atuais.
O período védico (1000 a.C.) teve uma forte ligação à Geometria pela construção de altares bastante sofisticados (Índia)
Na antiga Grécia, a partir de 500 a.C., os matemáticos filósofos ampliaram a dimensão da Geometria para outros tipos de números, curvas, sólidos, superfícies.
Desenvolveram o método axiomático ainda hoje utilizado.
Euclides (Alexandria 325-265), considerado o pai da Geometria devido ao tratado em 13 capítulos que publica com o nome “Os Elementos da Geometria”, construído de forma axiomática e viria a ser conhecido pela Geometria Euclidiana.

Anúncios

Vistos Gold (parte 1)

O visto gold, também designado Golden Visa, é uma autorização de residência para atividade de investimento concedida a nacionais de Estados que não integrem a UE, atribuída mediante a realização de investimento, empresarial ou imobiliário, em território português.

Lista de Investimentos para obter o visto gold
A. Compras de imóveis e Compra de imóveis em condições especiais;
B. Aplicações financeiras;
C. Investimento em pequenas e médias empresas;
D. Abrir empresa e gerar 10 empregos diretos com contrato;
E. Produção artística, conservação ou preservação do património cultural;
F. Investigação científica.
…..

Mercados Económicos

Economias Tradicionais em que os costumes e tradições orientam as decisões económicas. Sociedades que produzem e consomem os mesmos produtos, sem excedentes, pelo que não criaram relações comerciais
Na existência de trocas comerciais, isto é excedentes, tendem a obter outros produtos, sem recurso a moeda

Economias dirigíveis em que as decisões económicas são tomadas por uma direção central, com economia planificada
Nestes casos, é o Estado que controla todo o sistema de produção, sejam fábricas ou mesmo estradas (acessos), etc, combina os fatores de produção e a sua utilização.
O poder central decide o quê, para quem produzir, no pressuposto de entender o querer das maiorias

Economias de mercado em que se permite a existência da propriedade privada, e o indivíduo pode usufruir da maneira que quiser da sua propriedade.
De acordo com o princípio da liberdade de escolha e da empresa, qualquer um pode comprar, alugar ou vender o que produz a quem assim o queira comprar.
O interesse pessoal é um fator dominante da economia de mercado, e impõe-se ao coletivo.
A concorrência entre as empresas verifica-se nos preços, gerando o mercado livre (ao contrário das economias dirigidas e controladas pelo Estado)

Século XVIII – O século das Luzes Iluminismo e os seus ideais

Revolução Científica

Ciência separa-se da teologia
Renascimento –» Humanismo
Reforma religiosa Desenvolvimento do senso crítico
Lavoisier e a química moderna
Terramoto de Lisboa
Independência dos 13 estados ingleses norte americanos
Tomada da Bastilha e a Revolução Francesa

O que é o iluminismo ?
O iluminismo representa a saída dos seres humanos de uma tutelagem que estes mesmos se impuseram a si. …”
Antropocentrismo – razão e tolerância

Custos relativos crescentes e rendimentos decrescentes

O que é a lei dos custos relativos crescentes ?
É teoria económica relativa a medida de sacrifício de um bem para apostar num outro. Este último custa cada vez mais do que o primeiro, logo, trata-se de custo relativo crescente

E os rendimentos decrescentes ?
Diz respeito ao volume decrescente de produção adicional que se obtém ao acrescentar sucessivas unidades adicionais de um fator variável mantendo outro fator estável